Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

quarta-feira, 1 de junho de 2016

VALORE$ E PRAZERE$: leitura obrigatória!

Sobre valores e prazeres...

R$ 650,00 POR HORA: beijos, muitos beijos, anal à vontade e convencional com camisinha, oral sem preservativo (goza na boca: amo engolir!), beijo grego eu faço, inserção de dedos e objetos no ânus do parceiro não.

• OBSERVAÇÃO: A ACOMPANHANTE NÃO ATENDE CLIENTES QUE NÃO BEIJAM NA BOCA.

• OBSERVAÇÃO 2: Pode gozar na minha boca sempre e sem pedir, eu adoro engolir a porra toda, todinha e quente. Todavia, isso não poderá ocorrer se eu contar que estou com alguma “feridinha” ou até com uma mísera afta na mucosa da minha boca (herpes labial nunca tive), pois o teu sêmen nela pode me expor ao HIV. Saúde acima de tudo! Isso nunca ocorreu, pois minha saúde bucal e de toda a região envolvida no oral são saudabilíssimas, porém não custa avisar!). Costumo ir fazer consulta e exames ginecológicos no máximo a cada 4 (quatro) meses.

• R$ 3.500,00 a diária para viagens com mais de 2 dias e R$ 5.000,00 para locomover-se apenas para passar um dia fora de de Brasília/DF.

• R$ 4.000,00 o pernoite (média das 21h00min às 08h00min).

OBS: a acompanhante não recebe cliente para pernoite em seu apartamento. Pernoites apenas em HOTÉIS de qualidade no plano piloto de Brasília/DF.
OBS.2: Despesas de locomoção e hospedagem em caso de viagens ficam a cargo do cliente.

·        24 horas na companhia da acompanhante sem que seja em viagens custa R$ 6.000,00.

OBS.: Nos encontros longos quanto mais sexo melhor, incluindo anal e gozadas na boca! E, repito: engulo tudo, com prazer!

OBS.: Não atendo casais, não atendo com outra mulher, não vou a casas de swing, não faço ménage e nem “festinhas” de nenhuma espécie.

Não gostaste dos valores pecuniários aqui relatados queridinho? Adapte-se à tua situação econômica e procure alguém que tu possas pagar sem barganhar e, consequentemente, faltar com o respeito para com o profissionalismo alheio.
No universo do sexo pago da Cláudia, não existe tolerância à pechincha ou a macho falocentrico e machista.
Beijos de luz!
Apenas contatos objetivos, educados e elegantes são aceitos:
Fone:
61 99996 4081 (WhatsApp).
SQN 211- ASA NORTE- Brasília - DF


Um comentário:

  1. Por mais linda que tu sejas, mais belo e cativante é teu sorriso...

    ResponderExcluir