Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

domingo, 24 de setembro de 2017

Cliente novo, uma tarde linda e incontáveis orgasmos e squirts!

Boa tarde lindas pessoas deste lindo Brasil! Acabo de terminar um encontro muitíssimo especial com uma pessoa que desde o "oi" eu já vi que era afim comigo! Claro, ele também tinha foto no WhatsApp... Risos. Educado, lindo e objetivo. Nada melhor. Marcamos para as 16 horas e ele pagou via TED antes de vir. Pontualmente ele chegou, uma criatura encantadora. Apresentei-lhe os gatos e fomos ao meu quarto, eu estava com muito calor. Conversamos um pouquinho e os beijos que se seguiram foram magníficos. Ele me chupou e depois de um tempo tirou a cueca. Um pau lindo, tamanho perfeito. Chupei-o até mostrar-lhe as camisinhas. Ele colocou e veio sobre mim. Gozei em menos de 20 segundos! Depois viramos de lado e eu que já estava com o cuzinho molhado por ter gozado, coloquei o pau dele nele. Ficamos de lado, com ele sentando em mim e de quatro. Gozei e fiz squirts demais! Ele sentiu. Na hora de gozar tirou a camisinha e gozou na minha boca e rosto. Um final delicioso! Fui tomar uma ducha enquanto ele tomava uma água, conversamos bastante até eu incitar-lhe para uma segunda vez! Eu estava desejosa! Ele me chupou até eu goza e eu o chupei até ele colocar um preservativo e colocar no meu rabinho. Eu gozei uma vez seguida da outra, durante todo o tempo. Ele estava derretendo sobre mim e eu gozando. Estava na beira da cama com ele sentando no meu bumbum. Se eu estivesse até agora naquela posição eu estaria gozando! Uau! Ele tirou a camisinha, eu o chupei e ele se masturbou até gozar no meu rosto! Gran finale! Ah, o gosto dele era ótimo! Uma delícia. Fui tomar banho e voltei! Conversamos bastante, um papo ótimo sobre os tempos sombrios que vivemos atualmente. O retrocesso aberrante. Nunca o Brasil viveu tempos tão abjetos e revoltantes. Sim, nunca. Nem na escravatura, nem na ditadura, nem com o aberrante AI5. Sabem por quê? Porque o passado era um tempo de ignorância, era mais difícil politizar-se, era mais difícil o acesso à informação, era mais difícil entrar numa faculdade, era mais difícil tirar as vendas da ignorância. Hoje não. Eis aqui a internet, eis as bibliotecas, as livrarias, mas, em que tempos vivemos? Tempos em que os reacionários usam seus direitos para tripudiar da democracia, odeiam e disseminam ódio escondidos em perfis falsos na rede. Tempos de intolerância ao diferente em que, mesmo com acesso à informações, parte da população só segue a grande mídia e não compreende o que lê. Quando presta-se a ler. A treva não era quando não havia liberdade e conhecimento! Os tempos trevosos são os atuais, onde, mesmo livre e com acesso ao conhecimento, há preconceito, ódio e vontade de ver-se castrado de direitos e opiniões, pela ira àqueles que não acham que as desigualdades sociais devam ser passivamente aceitas, àqueles que, (ora, ora, vejam só!), não querem uma ditadura comunista ou socialista, mas, apenas e tão somente, o respeito à Constituição Federal de 1988, que, há mais de um ano foi vilipendiada. Por um preço caro, tão caro que eu creio que o brasileiro estaria melhor se o mundo tivesse terminado hoje. O povo brasileiro ainda vai pagar muito por, em plena era da informação, ter servido de massa de manobra dos interesses de quem podem entrar num avião e sumir daqui, mas enquanto isso vai acontecendo eu estarei aqui, reservada para poucos e bons homens, como o inesquecível cavalheiro de hoje à tarde. Agora vou seguir assistindo Grey's Anatomy. Eu sou daquelas que assiste às séries quando elas ficam démodé... Risos... Que todos tenham um início de semana bom como estas horas na tarde de hoje. Beijos de luz! 

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sexta-feira e um belo encontro com um lindo novo cliente!

Boa tarde pessoas lindas!
Lamentavelmente o meu reencontro com o queridíssimo cliente de quarta-feira à noite não ocorreu, pois eu passei o dia com dor de barriga, por conta, provavelmente, de um suco de laranja bem amargo que eu tomei. E não deveria...Risos...
Hoje, por sorte e para abrilhantar o início do final de semana, recebi um novo cliente muito educado, bonito e charmoso que me contatou no Whatsapp, ainda ontem, quando eu estava padecendo entre o quarto e o toalete.
Agendamos para a tarde de hoje e, no horário combinado, ele chegou. Disse-me na porta que eu sou mais linda pessoalmente e beijou-me com entusiasmo! Viemos para o quarto animados e caímos na cama. 
Ele ergueu meu vestido e começou a me chupar, estava excitado, então eu tirei a calça dele e fizemos um 69 muito gostoso.
Gozei diversas vezes e ele se segurou para não gozar. Disse-lhe para colocar a camisinha e então subi sobre ele. Cavalguei, gozei, fiz squirts e ele terminou gozando!
Queria ficar mais tempo, mas teve que ir, pois estava de plantão e chamaram-o. Contou-me que é solteiro e que há muito tempo vinha lendo meu diário, mas não conseguira, até hoje, encontrar um tempinho na sua agenda.
Segundo me disse, voltará assim que puder. Fiquei feliz!
A seguir fiz umas leituras e compras on-line e terminei de assistir a um filme.
Desejo à todos um fabuloso final de semana!
Beijos de luz!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O mundo precisa de atitudes, não de orações!

Eu mudei de manicure recentemente. Desde a primeira vez que eu fui no local atual, aqui na Asa Norte, num dia de julho em que eu estava machucada e chateada, fui muito bem atendida e recebida pela minha manicure (uma das moças que trabalham no lugar e lá estava desde as 8h!). Ontem eu fui fazer a manutenção do alongamento de fibra e tive o prazer de poder conhecer um pouco mais a jovem e bela moça que vinha, há dias, cuidando das minhas mãos. 
Fiquei duas horas no local e conversamos sobre tudo, sendo eu a curiosa, obviamente. Fiquei sabendo que ela ganha 30% sobre o trabalho que faz com muito esmero. Da mesma forma, apenas ontem tivemos tempo de conversar a ponto de ela saber que estou, há pouco mais de um ano, trabalhando como acompanhante de luxo. 
Ela contou-me os seus planos de trabalhar fazendo unhas nas residências das clientes, incluindo o alongamento de fibra (que eu super recomendo, pois uso há mais de um ano e minhas unhas estão ótimas!), mas me disse que está juntando dinheiro para comprar os materiais que ela havia visto na internet. Ela e o marido estão passando maus bocados atualmente (como inúmeros residentes do DF que conheço). Por curiosidade, perguntei-lhe o valor do referido material e ela me disse. 
Enquanto ela seguia o seu trabalho, coloquei-me a pensar: este foi o melhor mês de 2017 para mim, em todos os sentidos. O mês em que estou terminando um pouco menos desgraçada da cabeça por problemas atinentes à advocacia e "assuntos correlatos" a ela. Eu estava pensando em comprar mais um perfume francês para me auto-presentear, mas, por que não ajudar uma pessoa trabalhadora, esforçada e competente que sempre mostrou-se alegre apesar dos revezes da vida? Sim, todos os tem, mas alguns indivíduos fazem questão de deixarem-se amargar por eles e de passar o amargor "para frente", o que não é o caso desta moça. (E nem o meu, daí a minha afinidade com a sua energia!) 
Se é por não poder comprar o material que ela está ganhando pouco e colaborando para a boa "conceituação" de um salão especializado em unhas no qual os donos nem aparecem (nunca os vi!), apenas a gerente, então eu irei compra-lo (o material)! Claro, iremos abater em manutenções e unhas, mas eu não poderia deixar de ajudá-la antes de outubro chegar. Perfume pra que, se já tenho vários? Se custam o que essa moça não ganha numa semana? Pagar mais caro num salão de pessoas economicamente privilegiadas pra que se posso incentivar uma profissional a crescer e a ganhar mais, cobrando menos? (Um valor mais justo, enfim.) 
Sou contida, tenho contas altas para pagar e não me permito luxos cotidianamente, o perfume seria um, vez que sou viciada em fragrâncias (livros, para mim, são investimentos). Estou escrevendo para dizer-lhes que o mundo pode ser um lugar muito mais bonito e cheio de esperança se ajudarmos quem merece sempre que pudermos. Se valorizarmos e demonstrarmos que valorizamos quem se mostra diferenciado e "acima" da média que, infelizmente, está cada vez mais decadente. É muita preguiça, má-vontade, desânimo e gente sem graça levando a vida sem leveza! Custa o que, para você, ajudar alguém quando precisa? Ah, mas "nunca" ninguém lhe auxiliou assim? Lamento. A mim também não, a exceção de pessoas com as quais tenho vínculo de parentesco e afetivo. 
Este círculo do egoísmo deve ser rompido: eu sei o quão melhor e mais fácil a minha vida poderia ter sido se alguém colocasse fé na minha competência sem me lograr ou querer abusar-se posteriormente. Amanhã estarei efetivando as compras para ela e, em breve, divulgarei o seu trabalho e telefone, pois esta moça é merecedora! Já pensou se ao invés de rezar, pagar dízimo e, ser hipócrita apregoando moralismo e religiosidade, as pessoas usassem sua energia e dinheiro para ajudarem alguém que precisa? Quiçá construiríamos uma sociedade menos desigual, injusta e triste. 
Pense nisso!
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 21 de setembro de 2017.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Duas magníficas horas com um delicioso e querido novo cliente na noite de quarta-feira!

Boa noite lindos leitores e lindas leitoras! 

Bem, haja vista que domingo esqueci de passar protetor solar na testa e no nariz resolvi curtir um dolce far niente na segunda e na terça. Ademais, não tive nenhum "contato" enternecedor e animador. 
Todavia, um lord havia marcado duas horas para esta noite, um homem que fez valer cada minuto do tempo que, excepcionalmente, recebi-lhe em casa após as 20h. No caso, ficamos juntos das 21 às 23h. 
Ele, tão charmoso quanto parecia na foto, muitíssimo simpático, beijo delicioso, trouxe-me chocolate suíço de presente e, um, para "brincarmos". Ainda sem tirar meu vestido, através da fenda, começou a me chupar! Eu adorei! Ele chupou minha boceta e cuzinho de forma tão deliciosa que logo partimos para um 69 delicioso! 
Depois ele pegou o chocolate e, literalmente, comeu-o em mim. Mas, chupando minha boceta. Depois de me fazer gozar algumas vezes, colocou a camisinha e meteu em mim, ergueu minhas pernas, me fez gozar e assim ficamos entre beijos e orgasmos, nos intervalos dos quais ele dava sequência me chupando. Depois de um tempo, pedi-lhe para meter no meu rabinho... 
Gozei inúmeras vezes! Ele me colocou na beira da cama e comeu meu cuzinho de pé, fiz alguns squirts a ponto de molhar o chão! Ele tirou a camisinha, lavou as mãos no banheiro e eu o chupei até ele gozar na minha boca. 
Fui tomar uma ducha e ele foi em seguida, combinamos que ele iria e voltaria amanhã por mais uma hora, todavia enquanto conversávamos eu me animei e não tardou para recomeçarmos! Chupei-o e ele a mim, num delicioso 69 até eu pedir para repetirmos o anal! Eu gozei incontáveis vezes, com ele metendo em mim de lado e sobre mim enquanto eu rebolava no pau dele. 
Fui à loucura, enquanto derretíamos suando! Após algum tempo senti sede e paramos! Eu estava toda sensível, mas achei digno um banho e ele também. Quando fui pegar mais água vi que eram passado das 23h! 
Como minha mãe estava trabalhando no atelie (que fica na dependência de empregada), fiquei com dó e não quis prorrogar o encontro. Conversamos um pouco mais e ele foi, com a doce promessa de volta! 
Enfim, termino este dia realizada! 
Beijos de luz! 

domingo, 17 de setembro de 2017

Sobre um final de semana que finda com chave de ouro! (Com fotos do findi no Royal Tullip).

Boa noite pessoas!!! 

Meu domingo encerrou com chave de ouro! O meu gaúcho preferido chegou hoje na cidade e me contatou. Eu estava com muita dor na lombar, pois hoje pela manhã, tomei sol numa cadeira desconfortável lá no Royal Tullip, onde encontrei um refúgio para espairecer a mente. 
Ah, também recebi a visita do novo cliente que saiu da cidade dele para passar um "pernoite" de dia comigo. Um homem muito divertido e amigável. Trouxe-me chocolates, uma Moet Chandon e um livro do Osho. Ele se descreveu como um homem tântrico. E agiu como um, o sexo tornou-se um ritual: come, dialoga, massageia e etc.. 
Ele teve problemas de ereção após colocar as camisinhas, mas se adaptou com a que levei. Durante todo o dia ele teve apenas uma ejaculação, pois se conteve e, segundo me disse, isso, além de ser do tantra, evita que o homem, saciado, não queira mais contato físico com a mulher. 
Achei que o "definimismo" dele lhe limita e tira a autenticidade, mas, no geral, foi um belo encontro, eu pelo menos gozei diversas vezes. Ao fim da tarde ele pegou o voo de volta e eu fui curtir o Old Bar, onde comi o pior carpaccio da minha vida.  
Acordei tarde e fiquei curtindo a piscina, o sol e as caipiroscas do bar do hotel. Cheguei em casa com a lombar dolorida, tomei remédios, nada ajudava! Quando o meu adorável conterrâneo me contatou eu estava mal, péssima, todavia eu não perderia um encontro com ele, enfim: tomei Tramal! Fui anestesiada, mas não para os seus toques certeiros que me levam ao céu! Ele me masturbou. Gozei de jorrar no chão. 
Depois eu o chupei, ele colocou a camisinha no seu pau lindo e gostoso e atolou no meu rabinho! Me deixou louca gozando e, metendo nele sobre mim e me olhando, gozou! Conversamos muito e logo estávamos agarrados de novo! Eu o chupei, cavalguei nele, gozei apertando ele dentro de mim e, após muitos gozos meus, ele gozou. Conversamos mais e, após e já saudosa, vim para casa! 
Vou dormir como um anjo! 
Beijos de luz!






sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Uma bela tarde de sexta em que ensinei (na prática e teoria) o que significa squirt!

Boa tarde pessoas adoráveis que me leem! 
Na tarde de hoje atendi a um cliente muito educado, meigo, charmoso e gostoso. Chegou pontualmente "um pouco antes do horário" e subiu, pois eu estava lhe esperando. Nos beijamos e ele mostrou-se preocupado de meu batom mancha-lo, pois ainda hoje retorna para casa. Expliquei-lhe que tal batom não sairia, logo ele despiu-se e veio beijar-me. 
Tirei meu vestido, me deitei e ele me acarinhava. Os beijos deliciosos me deixaram excitada, ele me confessou que não sabia o que era squirt, eu disse-lhe que ele iria ver na "prática". Gozei diversas vezes na boca dele, fiz squirts e ele ficou louco de tesão. Chupei-o muito, inteiro! Fiz squirts com ele me masturbando enquanto eu mordia seus mamilos, enfim, um encontro divino! 
Ele colocou a camisinha, meteu na minha boceta sobre mim e, depois, viramos e eu fiquei sobre ele. Gozei mais, fiz mais squirts, enfim, incontáveis orgasmos para animar está linda tarde, vez que minha manhã foi destinada às unhas e depilação, afinal amanhã terei um belo encontro durante o dia! 
Um "pernoite" de dia, que está me inspirando ótimas sensações! Minha intuição nunca falha, falhei eu na vida quando olvidei dela! Bem, agora vou descansar a beleza e ler um pouco. 
Beijos de luz! 

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Um início de tarde multiorgástico em excelente companhia!

Boa noite prezados! 

Hoje reencontrei um adotável cliente cuja química que temos é especialmente imensa! Cada beijo soa como prazer! Logo na porta já nos beijamos e viemos até meu quarto. Ele tirou meu vestido e ambos continuamos a nos beijar inteiramente nus. 
Deitamos de lado e ele me tocava enquanto eu o chupava! Gozei muito e, como se todo o prazer de senti-lo na minha boca enquanto me masturbava, não bastasse, ele debruçou-se sobre mim e me chupou enquanto eu lambia as bolas e o pau dele! Gozei na boca dele deliciosas vezes, a seguir ele colocou a camisinha e meteu na minha boceta comigo de costas, estava se segurando para não gozar! 
Virou-me de frente, meteu mais e me fez gozar de novo, então tirou a camisinha e gozou na minha barriga! Até meus seios se lambuzaram de porra. Ele gozou muito! Deitamos, enquanto ele relaxava fui tomar uma ducha. 
Conversamos mais um pouco e logo ele teve que ir para seus afazeres. Se dependesse de mim o mantinha encarcerado no meu quarto! Pelo meu e pelo prazer dele. 
Depois fiquei descansando, agendei manicure e depilação. Sábado reservei uma estada no Royal Tullip para mim. Estou precisando espairecer, dormir numa cama enorme, ser servida num bom restaurante e ficar a sós comigo enquanto tomo sol! 
Durante o período da manhã até final da tarde terei uma diária. Após, o cliente que está vindo de outro Estado só para passar o dia comigo, irá embora e eu terei a noite só e a manhã de domingo só para mim! 
Beijos de luz!  

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Terça-bela-feira e um belo lord!

Boa noite prezados leitores e prezadas leitoras! 

Tive uma manhã agitada resolvendo problemas pessoais correlatos à contabilidade... Risos... Um cliente muitíssimo querido que há meses não vinha à Brasília pré-agendou um horário para o fim da tarde, mas ficou preso numa reunião e não conseguiu vir. Lastimou bastante, mas teve que voltar ainda hoje para a cidade em que mora. 
Mais tarde, porém, um jovem galante que há dias tentava agendar um encontro, conseguiu vir! Bonito, educado, estava ansioso para me conhecer, tanto que aproveitou o curto espaço de tempo que encontrou para vir me conhecer. Conversamos bastante e nos beijamos muito! Ele estava focado em dar prazer a mim. E deu, deu muito. 
Me chupou até fazer eu gozar seguidas vezes, colocou-me de quatro, lambeu meu cuzinho e, quando eu fui chupa-lo, estava se segurando para não gozar. Alcancei-lhe o preservativo e cavalguei sobre ele, sentindo-o todo dentro de mim. 
Gozei muito, fiz squirts e molhei-o todo, até que ele não aguentou, puxou-me e me beijou ardorosamente enquanto gozava. Ficamos abraçados, conversamos sobre os últimos livros que li e logo ele teve que ir! Eu fui assistir a um filme, lanchar e descansar. Desejo-lhes uma boa quarta-feira a todos! 
Beijos de luz! 
(Capa da Vogue).

domingo, 10 de setembro de 2017

Das aberrações que se veem no prostíbulo virtual mais barato da internet: o Twitter.




Das aberrações que se veem no prostíbulo virtual mais barato da internet: o Twitter. Uma jovem prostituta (a exceção da aparência formosinha, não se pode denominar um ser que escreve "sigam a minha bucetinha" como "acompanhante de luxo" em lugar nenhum do mundo) com muitos seguidores em virtude do conteúdo vulgar que posta, escrevendo, dentre tantas asneiras, uma postagem desta. 
Em tempos em que se luta contra a cultura do estupro, uma criatura pertencente a uma classe, seguidamente, vilipendiada, desrespeitada e menosprezada escreve isso. Com qual intenção? Auto-classificar-se como insaciável, devassa, tarada ou algo afim? Bem, a priori tais características são conditio sine qua non para o exercício desta atividade. 
Em segundo lugar, em meio a homens escondidos em perfis falsos se encontram misóginos perigosos, logo, para que expor-se desta forma, criatura? Não é preciso alardear nas redes sociais ou em vestes vulgares o que se faz entre quatro paredes: basta fazer valer a pena o valor cobrado (e que seja alto, se você se valoriza minimamente!). 
Está na hora das prostitutas, sejam de que nível, cidade ou classe forem, aprenderem a impor respeito, a selecionar clientela e a gerenciar os riscos do seu ofício, porque na hora em que um desses animais (prefiro usar a palavra "homem" para os educados, discretos e finos que não usam está rede para bostificar putaria) resolver judiar-lhe e machucar-lhe, podem ter certeza de que não será um boletim de ocorrência ou o Judiciário machista que irá lhes socorrer. Vocês vão amargar na solidão, a vergonha, a humilhação e o arrependimento por não terem sido, no mínimo, inteligentes e espertas no gerenciamento dos riscos aos quais se expõe. 
Ah! Deixo aqui a sugestão de pesquisa para as mulheres feministas que acham que as prostitutas (sobretudo as mais "baratas") estão sendo "obrigadas" a trabalhar com o sexo: pesquisem no Twitter a exposição, as postagens, os vídeos, as fotos e o vocabulário das mesmas, para ver se, realmente, elas não estão procurando clientes a qualquer custo e sem a mínima "elitização" e seletividade na construção de seus nichos de "mercado". 
Sobre este assunto, leiam está parte do livro "Os homens explicam tudo para mim", de Rebecca Solnit, "precursora" do termo  mansplaining que li na semana que findou: 

Recordei-me que ano passado, alguém me disse que "se os homens maltratam até as esposas, o que se dirá do que podem fazer com as mulheres que eles pagam". Este cidadão salientava os riscos do meu trabalho e, apenas por uma hora em sua vida, foi meu cliente. Após tal afirmativa anojei-me e bloqueei-o, afinal, tal pensamento é, no mínimo, "psicopático": quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo, e ele estava se enaltecendo que, não "era" como os outros. Eu entendi que era pior.
O corpo é meu, a mente também. Eu tenho o direito de refugar clientes, porque eu posso fazer sexo e receber dinheiro, mas jamais admitirei ser estuprada: sem atração, beijos, mimos e carícias não há sexo, há estupro! E eu não aceito homem que não me cativa intelectual e fisicamente. 
Outro dia uma conhecida indagou-me sobre minha rotina e algo assemelhado, com aquele ar de superioridade estilo: "Ai, coitada!". As pessoas têm umas ideias tacanhas e retrógradas de que "prostitutas" são notívagas, mulheres que saem à caça de homens à noite e transam com qualquer um que se disponha a pagar-lhes. Ou seja: mulheres expostas e dispostas a tudo! 
Eu adoro a noite na minha cama, com meus gatos, escrevendo, lendo, assistindo filmes ou num pernoite, antecipadamente pago por um belo e gentil cavalheiro, num belo e luxuoso hotel! 
Nunca sai procurar clientes à noite (ou de dia) e eis aí o nome do meu ofício: "acompanhante de luxo". Homens seletivos me procuram e após passarem pelo crivo da minha seletividade, vem até mim, pagam caro e usufruem da minha excelente companhia. Não apenas no mero aspecto sexual. 
Sim, eu posso ser "diferente" de todas as acompanhantes das quais você ouviu falar ou conheceu. E eu lamento muito por elas, mas aqui, comigo, a história é bem, bem diferente! (Encara quem tem culhões, inteligência, seletividade e bom gosto!). Ademais, minha história é digna, muito digna, digníssima! 
Cláudia de Marchi

"Desvirginando" um gostoso e lindo cavalheiro no anal no domingo de manhã!

Bom dia leitores e leitoras lindos deste Brasil!
Neste domingo, acordei-me cedo, vez que dormi igualmente cedo ontem à noite após assistir a uns bons filmes!
Bem, por sorte um rapaz charmoso, educado e culto que há dias estava querendo conhecer-me tèt a tèt, agendou comigo. Vi seu rosto no Whatsapp e, a beleza, aliada a educação e classe me fez agendar feliz!
Fui tomar um bom banho e aguardei-lhe. 
Chegou, era mais alto do que parecia e, também, mais forte. Conversou bastante, está em crise no casamento e vivenciando aquela fase de círculo vicioso em que o cidadão fica tentado a manter as aparências ou a se encorajar a ser feliz em solitude!
Quando me beijou estava faminto por mim! Percebi que ele estava vidrado em meus olhos e boca enquanto conversávamos. O beijo foi estupendo e logo nos despimos. Entre beijos, toques e línguas eu gozava e ele se segurava para não "explodir" na minha boca.
Colocou o preservativo e veio sobre mim, metia e me beijava: melhor jeito de eu gozar litros com squirts.
Sentia o peso dele sobre mim, o pau inteiro dentro de mim: nossa, gozei muito! Então, pedi-lhe para comer meu rabinho. Ele, então, confessou-me que nunca fez sexo anal na vida dele, pois as suas ex-namoradas e atual esposa não gostavam e ele nunca achou uma "acompanhante de luxo" que estivesse no nível do que ele gosta e admira. Até conhecer-me, através da matéria no A Folha de São Paulo, of course!
Enfim, quem é bom no sexo nasce sabendo, só se aprimora ao longo das experiências, mas ele comeu meu cuzinho deliciosamente bem.
Meteu comigo de lado e depois pedi para ele ficar de pé e comer-me na beirada da cama. Fiz squirts que molharam o chão e os pés dele que gozou muito!
Fomos tomar uma ducha e logo ele teve que ir embora, pois tinha que buscar a família em algum lugar. Eu fiquei realizada, li e, agora, acabei de fazer uma caipirinha de limão ("limonada alcoólica" seria o nome mais apropriado!) deliciosa! (Vide foto)
A tarde promete leitura, filmes e soninho e, se algum homem fino, bonito e educado me contatar, mais sexo! Porque para estes eu estou sempre disposta. Para os demais? Nem morta!
Beijos de luz!

sábado, 9 de setembro de 2017

Sem internet e link para aquisição do meu livro!

Lindos leitores e lindas leitoras! 
Minha internet da GVT está, novamente com problemas, motivo pelo qual estou usando o celular para escrever aqui. Eis a razão da configuração feia e tal! Espero que até segunda tomem as providências solicitadas! 
Deixo aqui o link do meu livro já finalizado e corrigido para, quem quiser, comprar: https://www.clubedeautores.com.br/book/234924--Contra_a_Mare  
Beijos de luz!

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Um cliente "fodástico" para animar o 7 de setembro!

Boa noite pessoal! 

Eis que hoje, para abrilhantar meu feriado, um cliente veio me ver! Viemos ao meu quarto nos beijamos e ele sentiu que eu estava sem calcinha! Me masturbou até eu fazer squirts e molhar o chão, tirou meu vestido, beijou-me os seios me fez gozar mais. 
Depois deitamos e ele me chupou e me masturbou mais! Gozei muiiiiitoooo! Após ele colocar a camisinha meteu na minha boceta, depois no meu cuzinho de quatro e deitada! Foi uma delícia completa! Tirou a camisinha e eu o chupei, mas depois ele quis comer minha boceta de novo. 
Colocou o preservativo e veio sobre mim, eu apertava o pau dele dentro de mim e gozava, até que ele também gozou. Estávamos suados, deixei-o descansando e fui tomar uma ducha. Voltei, ele estava tomando água e eu peguei uma para mim, pois estava com muita sede! 
Logo ele deixou o valor do encontro no lugar de costume, conversamos sobre literatura e boa política e nos despedimos. 
Eu almocei, li e adormeci! Descansei a beleza com afinco neste dia! E, agora, vou voltar a ler! 
Beijos de luz! 

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Que o feriado seja lindo!

Boa noite pessoas! Ontem o dia foi com meu delicioso ciente tímido, que dispensa a narrativa de nosso encontro! Hoje o dia está sendo de cuidados com minha mãe e de minha saúde emocional! Bom feriado à todos! Beijos de luz! 

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Segunda e dois lindos clientes!

Boa noite gente maravilhosa! 

Eis que minha segunda começou brilhantemente bem! Recebi um novo cliente com quem eu já havia trocado ideias anteriormente, tendo, inclusive, lhe bloqueado num dos seus números de telefone, todavia, ele esperto e ciente do que deseja, usou outro número para me contatar, sem contar-me, por óbvio, do bloqueio anterior. O motivo do mesmo foi a sua indecisão quanto a vir ou não me ver, não gosto disso. 
Mas, enfim, graças a seu outro número de celular e postura, hoje nos conhecemos! Um cara lindo, simpático, inteligente, charmoso, que faz um oral incrível! 
Todavia, me contou uma experiência sui generis, que, por discrição, não revelarei. Mas, digamos que a realização de um fetiche gravado fez ele se acostumar a masturbar-se. 
Faço um parêntese- condeno a pornografia pelos seus efeitos colaterais: ou o cara desaprende a gozar e ter uma relação pelas boas e velhas "vias naturais" ou se torna um ogro que não sabe dar prazer a mulher, vez que nos filmes eles metem, metem, metem e elas fingem, gritam e fingem mais. 
Obviamente, não é o caso deste belo exemplar do sexo masculino que recebi e que tem fetiche por um só vídeo, mas, infelizmente, foi um pouco afetado pela masturbação contínua, vez que acostumou-se. Logo irá desacostumar, com certeza! 
Enfim, gozei com seus toques e oral e fiz ele gozar chupando-o! Gozou muito e eu engoli tudo. Ficamos conversando um pouco, vi o tal vídeo, trocamos mais ideias e ele foi. Espero que volte, tive uma boa química com ele! 
Mais tarde, um cliente delicioso que há poucos dias esteve comigo, achou um tempo para voltar e me realizar de novo! Nos beijamos muito, ele me colocou contra a parede, ergueu meu vestido e começou a me chupar. Tirei o vestido e fiquei nua. 
Deitamos e ele me chupou e me masturbou até eu gozar na boca dele. Eu o chupei e ele a mim, logo ele esticou-se, colocou a camisinha e me colocou de lado, enfiou no cuzinho, fiz squirts mais intensos nessa hora! Ele tirou o preservativo na hora de gozar e gozou na minha cara! Gozou muito, pois consegui engolir bastante! Uau! Que delícia! 
Após, ele foi tomar uma ducha e partiu! 
Se dependesse de mim o atacava novamente, mas fiquei tímida...Risos...! Ele terá uma noite assoberbada. 
Bem, agora vou assistir a um filme argentino. Sou fã do cinema dos hermanos! 
Beijos de luz gente linda!

domingo, 3 de setembro de 2017

Sabadão e um novo e delicioso cliente!

Boa noite gente linda! 
Venho lhes narrar um encontro que tive ontem, sábado, e animou o meu final de semana! O cliente contatou-me pelo whatsapp, educado, bonito e objetivo, um perfeito leitor deste blog e das minhas narrativas. Agendamos o encontro e pontualmente ele chegou, trouxe-me um vinho italiano de presente, brincou com o Zeus e com o Pequeno Bolota e, então, viemos ao quarto. 
Eu estava de salto, logo, fiquei quase da altura dele (1,80 m): o encaixe do beijos foi perfeito e do primeiro em diante foi só prazer! Ele tirou meu vestido e me chupou inteira! Me masturbava, me tocava, me deixou louca de tesão! Auxiliei-lhe a despir-se, estava com seu pau grande, totalmente excitado! Cai de boca para engoli-lo e logo ele gozou! Gozou muito! Ficou observando eu engolir e lambê-lo mais até deixá-lo totalmente "limpo"! 
Ele pegou uma água e ficamos conversando sobre diversos assuntos, depois fiquei sobre ele e comecei a beija-lo. Eu queria mais, muito mais! Excitado, ele colocou o preservativo especial que trouxe e veio sobre mim, meteu gostoso, me fez fazer vários squirts a ponto de eles escorrerem e molharem meu cuzinho! 
Pedi para ele meter aquele pau gostoso nele, então, comigo de lado, quase de costas e com o bumbum empinado ele meteu gostoso no meu rabo! Gozei a ponto de molhar-lhe as coxas! Exausto de tesão ele acabou gozando. Fomos, então, tomar uma ducha. 
Conversamos mais um pouco e ele teve que ir para os tradicionais compromissos familiares de sábado. Pagou-me por uma hora e meia, vez que foi o tempo que ficamos juntos, foi embora feliz prometendo voltar! Eu fiquei descansando, terminei uma série adolescente que eu estava assistindo (Scream) e passei o domingo repousando, pois tive certa indisposição gástrica. 
Desejo a todos uma linda semana! 
Beijos de luz! 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Sexta-doce-feira! E que setembro continue lindo...

Boa tarde caros leitores e leitoras!
Ontem recebi aquele famoso cliente que não gosta de ver nosso encontro narrado aqui no blog, motivo pelo qual não postei nada.
Agora passei uma hora com um lindo e querido cliente que esteve demasiado ocupado nos últimos meses.
Ele chegou no horário que combinamos, saudoso me encheu de beijos! Levou-me ao quarto, abriu meu vestido, beijou meus seios, colocou-me sentada na cama, empurrou-me delicadamente para trás, ajoelhou-se e me chupou muito gostoso até eu gozar! 
Nem me deixou chupá-lo, esticou-se e colocou a camisinha! Veio sobre mim, ergueu minhas pernas e comeu minha boceta até ver eu gozar e fazer squirts! Deliciado ele terminou gozando a seguir. 
Não fizemos o tradicional e necessário replay, pois ele tinha compromisso e estava com o tempo curto, todavia, prometeu voltar semana que vem.
Bem, vou descansar a beleza!
Tenham todos um lindo mês de setembro!
Beijos de luz!

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Um pernoite delicioso para "salvar" a semana!

Bom dia pessoas lindas! 

Eis que o pernoite de ontem foi ótimo! Já havíamos conversado a tarde, assim como eu havia aprovado a sua aparência. Muitíssimo charmoso, letrado e bonito. Um belo exemplar do sexo masculino de 38 anos, casado e residente em outro Estado. Fui ao seu encontro no hotel e jantamos lá. Nos encontramos no hall, eu fiz o check-in e nos dirigimos ao restaurante que fica em frente a recepção. 
Ele escolheu o vinho, eu o meu prato e ele o dele. O vinho chegou em seguida e já estávamos num papo excelente sobre literatura, mas especificamente sobre os meus gostos literários, vez que ele me acompanha nas redes. Tivemos assunto e risos por horas a fio! 
Saímos do restaurante passava da meia noite! Subimos para a suíte e na porta ele me "atacou" vorazmente. Eu disse que queria tomar uma ducha, mas ele não me deixou! Levou-me à cama, ergueu meu vestido e me chupou até eu gozar na boca dele. Logo fiz ele deitar-se, tirei meu vestido e o chupei. 
Ele pediu para fazermos um 69, pois queria que eu gozasse na cara dele. Fizemos, eu gozei e fiz squirts como ele queria, ele engoliu tudo e logo relaxou e gozou na minha boca! Gozou muito. Conversamos um pouco, peguei minha bolsa e fui tomar uma ducha, escovar os dentes e colocar uma sexy camisola preta que eu comprei recentemente. 
Voltei ao quarto cheirosa, já sem batom e joguei-me sobre ele. Ele elogiou muito minha aparência, eu retribui em beijos e logo estava com o pau dele na minha boca. Pedi para ele me comer e alcancei a camisinha que estava ao lado, tirei minha camisola e sentei no pau dele, gozei, fiz squirts, molhei-o todo! 
Em seguida ele me virou, veio sobre mim, esfregou o pau na minha boceta para ver eu fazer mais squirts e logo eu pedi para ele meter no meu cuzinho. Ele sorriu, como se não acreditasse ou nunca tivesse feito um anal "destes"! Meteu gostoso, me viu gozar e não tardou para gozar de novo. 
Enquanto ele foi tomar seu banho eu peguei uma água! Quando ele voltou eu fui banhar-me. Conversamos mais um monte sobre cinema, política e filosofia, contei-lhe umas piadas e quando nos demos conta já eram quase 3h da manhã! Acabamos adormecendo. Hoje pela manhã eu levantei para ir ao toalete, escovei os dentes e voltei! Ele me abraçou, já estava excitado, então resolvi chupa-lo! 
Logo ele pegou um dos preservativos que estavam no criado-mudo e veio sobre mim, sentiu eu fazer squirts e disse que queria gozar na minha boca! Depois de uns inúmeros orgasmos meus ele tirou a camisinha e me chamou! Encheu minha boca de porra. Caímos deitados e logo adormecemos. Acordamos com o despertador! Não dava para repetirmos a dose, então tomamos uma ducha e descemos tomar café da manhã. Diga-se que o melhor de Brasília! 
A seguir ele ia para seus compromissos profissionais e eu chamei o Uber. Logo cheguei em casa, pretendo descansar um pouco! 
Tenham uma linda quinta-feira! 
Beijos de luz! 

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Curtindo um dolce far niente!

Boa tarde lindas pessoas!

Estive ausente daqui desde sábado, pois de domingo para cá só fui contatada por homens burros, de gramática hedionda e aparência idem.
Ademais, segunda fui tomar sol e, sem querer, exagerei um pouco, nada pior do que ter "contato humano" com a pele queimada, logo, tirei uns dias para descansar e colocar a leitura em dia.
Hoje terei um pernoite e amanhã narro tudo aqui pra vocês!
Beijos de luz gente linda!

sábado, 26 de agosto de 2017

Sábado e uma transa gostosa para "acordar" o ânimo!

Boa tarde leitores e leitoras!
Para animar este sábado em que eu dormia para descansar a beleza que os descalabros humanos cansa, um cliente super assoberbado, encontrou um tempo para vir ao meu encontro.
Chegou pontualmente aqui, quis tomar uma ducha antes de tudo e depois veio até mim. Ele é alto, corpão, sorriso e rosto lindos!
Tirou meu vestido e, comigo deitada, beijou-me o corpo todo, depois veio com o pau até mim e eu o chupei! Quis que ele deitasse, fiquei sobre ele com o bumbum no rosto dele e o chupei mais!
Estava louca para sentir aquele delicioso pau em mim! Alcancei-lhe a camisinha e sentei no pau dele até gozar, depois ele sentou-se na beira da cama e eu sentei no pau dele, gozei também!
Deitei, ele ergueu minhas pernas e comeu minha boceta até gozar! Eu deixei o anal para a segunda transa, que, infelizmente, não ocorreu, vez que ele estava com pouco tempo. Fico bem triste quando isso ocorre. 
Como ele ficou pouquíssimo tempo, cobrei-lhe apenas R$ 600,00.
Bem, vou continuar lendo Bauman e depois seguirei com minha doce rotina de final de semana: filmes, livros e um pouco de vinho para não estragar o corpinho!
Beijos de luz!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Os 9 piores contatos do final de agosto!

Divirtam-se com os top dos piores do fim de agosto!

1- 

E foi bloqueado, obviamente, porque nem toda "puta" gosta de palavreado falso e pseudo-romântico! (E eu não estou no anúncio do Banco do Brasil!)

2-

Acordando cedo para ir ao toalete e vivenciando aquele "incrível", porém corriqueiro prazer que se chama "ver macho brasiliense boçal passando vergonha no WhatsApp".

3- 

Tô até pensando em começar com o lance da "dominação", mas tipo, eu só vou bater, pisar, chicotear e etc., os "finalmente" eu pulo, porque pra mim nada é mais broxante do que homem que quer ser dominado! Agora, bater em macho assim, até que seria agradável. Mas sexo? Jamé!

4- 

Quando o cidadão quer jantar, tomar vinho e deixa o sexo para depois, fraqueja um tanto, "tudo" acaba em menos de 15 minutos, ele só lhe paga a hora (R$ 650,00), mas quer "remediar" a situação virtualmente com subterfúgios que eu odeio! 
Vai pagar, filhinho? Se não, dane-se! Eu não sou mulher interesseira pra ficar toda feliz e de pernas abertas só porque o cara se diz milionário. 
É tudo "isso"? Então pague até os minutos do jantar. A mim não interessa os "teres e poderes" dos meus clientes, mas o respeito com que eles tratam a minha profissão, por mais intensa e espontânea que eu seja. (Restaurante caro e vinho bom eu mesma pago!)


5- 

"Releias E procure" outra Sr. Professor de Inglês "em" domicílio em SP. (Na certa ia propor uma permuta!)
Como pode um ser humano acessar um anúncio que tem o valor da hora e o site da acompanhante para informações e prestar-se a mandar uma mensagem desta? Esse se colocar de quatro sai pastando e remoendo em inglês, of course!

6- 

Quando você é sutil e delicada (bloqueia calada), mas a pessoa pede uma "lapada"! Como se chamar via SMS, de outro número, oferecendo R$ 150,00 a mais mudasse alguma coisa pra mim! Vai vendo, Zé Mané!
Eu estou neste trabalho pelo meu prazer, não pra fingir orgasmo, chamar desconhecido de "amor" e ganhar uns trocados.
O money é o plus, mas sem tesão, atração e beijo gostoso eu "vazo", não quero saber nem de olhar na cara! 

7-

Este me contatou agora, no sábado dia 26/08. Achei melhor bloquear e não responder nada. Quem escreve "sidade" não vale o desperdício de "latim". 

8- 

E o que dizer deste cidadão acostumado com mulher baixa que admite ser tratada como objeto por macho bagaceira que não sabe, sequer, abordar educadamente uma cortesã? "Grotesco" ainda é um elogio para um ser infame deste "naipe".
Arre, o dia em que eu agendar um encontro com um cara desses eu me suicido!

9- 



Não sabe respeitar uma cortesã, baby? Não tem classe, educação e fineza? Então vem aqui que eu coloco homem grosseiro no seu devido lugar: bem longe de mim!


Cláudia de Marchi

Brasília/DF, 25 de agosto de 2017. 
(Editado em 31/08/2017).

Sobre uma sexta-feira e duas horas de delicioso prazer!

Boa noite pessoas formosas!
Eis que ontem, quinta-feira, eu não trabalhei, só recebi contatos horrendos e preferi ler e descansar, obviamente.
Hoje, porém, no início da tarde, tive um encontro sensacional com um jovem, novo, inteligente e belo cliente que, prometeu-me voltar diversas vezes para reprisarmos as nossas duas intensas horas de papo, afagos, carinhos e sacanagens!
Conversamos um pouco antes de ele ir tomar uma ducha, vez que estava de terno e gravata desde manhã, em função do trabalho. 
Veio em minha direção, me encheu de beijos, me chupou e me masturbou até eu fazer vários squirts, depois fizemos um 69 delicioso, no qual eu lavei sua boca e rosto e ele acabou gozando na minha boca.
Depois tomamos uma água e continuamos conversando sobre meu livro, livros, cultura e o atrofiamento mental do brasileiro médio.
Não tardou para eu "atacar-lhe" com um beijo delicioso e ele vir sobre mim, beijando-me os seios, chupando minha buceta e, após eu alcançar-lhe a camisinha, meter na minha boceta até fazer eu gozar muito e molhar-lhe inteiro!
Ele quis finalizar metendo no meu rabinho, então fiquei de quatro e ele meteu! Dei uma gozada que molhou até as pernas dele! Ele ficou louco de tesão e acabou gozando!
Disse estar "pra lá" de realizado! Assim, como eu!
Tomamos uma ducha juntos, depois brindamos o encontro com água com gás, nos beijamos ardorosamente e ele foi. Pagou-me as duas horas curtidas e prometeu voltar sempre, vez que, segundo ele, "nunca teve uma mulher" como eu!
Acredito que sim, ouço muito está frase e conheço bem os meus dotes! ... Risos...
Beijos de luz, gente linda!

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Quarta-feira e um lindo cliente "gringo"!

Boa noite gente! 
Hoje à tarde atendi a um cliente muito educado que me contatou na noite de domingo ou segunda-feira! Muito educado, estrangeiro, mas muito bom com o nosso idioma tanto para digitar, quanto para escrever. 
Diga-se de passagem que ele conjuga os verbos melhor do que alguns analfabetos funcionais brasileiros que me procuram via WhatsApp (e eu ignoro). Enfim, um "gringo" bonito demais, educado e charmoso! 
Estava com um baldinho com duas cervejas, mas eu preferi tomar uma água. Conversamos muito e depois de algum tempo eu o beijei! Ainda na sala da suíte tirei meu vestido e, só de calcinha, fomos para o quarto. Ele beijou meus seios, me deixou muito excitada com seus beijos. 
Logo que ele tirou minha calcinha e deitou-se ao meu lado eu fui chupa-lo. Alcancei-lhe a camisinha e sentei no pau dele até gozar, para finalizar pedi para ele me comer de quatro, mas não chegamos a fazer anal, pois depois de meter e me fazer gozar de novo, ele gozou. Conversamos um pouco mais, eu fui tomar uma ducha e depois acertamos o que fora combinado (uma hora mais o valor do Uber) e eu vim embora. 
Ultimamente só me animo a sair de casa para trabalhar/me divertir! E, claro, para as tarefas correlatas ao meu ofício: depilação, manicure, esteticista, etc.. Perfeccionismo nem uma síndrome de ansiedade generalizada me tira! 
Beijos de luz! 

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Sobre o preconceito, ausência de sororidade feminina e minha ansiedade generalizada: uma pausa no andamento de projetos.

Sobre o preconceito, ausência de sororidade feminina e minha ansiedade generalizada: uma pausa no andamento de projetos. 

Mulheres, sentem aí e vamos bater um papo, mas, por favor, tomem um café antes para ativar os neurônios! Eu não tiro print de todos os contatos de mulheres na faixa dos 25-50 anos (sim, 50!) que me procuram pedindo dicas para tornarem-se acompanhantes, mas lhes digo que são, no mínimo, 6 por semana. Sim, por semana! 
Assim como varia a faixa etária, a beleza física, o Q.I., varia a graduação, o nível sócio-econômico e o estado civil. Muitas frisam que querem uma renda extra, outras se "excitam" com a ideia e umas e outras (alucinadas) acham que ficarão milionárias. Algumas eu até respondo, outras bloqueio direto. 
Mas, a questão é a seguinte: nenhuma dessas mulheres, assim como 98% das prostitutas (de luxo ou não) estão sendo forçadas a trabalhar! As maiores de idade que, por falta de inteligência, em pleno 2017 colocam-se em mãos de agenciadores (cafetões), o fazem por opção, afinal, creem que "haverá" mais "lucro" graças ao intermediador o que, no frigir dos ovos "dá ruim": rotatividade alta, repasse de lucros, seletividade inexistente, desrespeito grande, ("exploração" é a palavra que fala por si!). 
Mas, enfim, a mulherada em sua maioria quer o que? Grana, money, cash! Tanto as que procuram agentes, quanto a maior parte das que estão se auto-intitulando "acompanhante de luxo" em sites por aí! Elas se lixam se o cara é elegante, bonito, bem formado, educado, letrado ou jovem, elas só querem dinheiro! 
E cada uma é dona do seu cérebro, do seu corpo, do seu bolso, das suas necessidades reais ou inventadas e da sua b*****, assim como são livres para colocar preço na companhia delas ou para saírem com qualquer um gratuitamente! Chega desse diálogo hipócrita que quer transmutar preconceito em preocupação. (...) 
Eu estou vivenciando tanto preconceito por parte de mulheres ultimamente que estou exausta! Não irei lançar em nenhum evento oficial o meu livro antes de me recuperar psicologicamente da ansiedade que me avassalou, o que não será antes de novembro. 
Preciso de paz, pois não suporto mais fazer contato com seres humanos. Tive minha primeira crise de pânico ainda quando era professora universitária, em meados de 2015. Ano passado, quase sofri outra e, desde então, tenho sintomas que, graças a muito esforço psíquico e eventual medicação, eu controlo. Por sorte não desenvolvi uma síndrome do pânico grave. (Sim, a doença que o padre bonitão revelou que tem!). 
O mundo não está me deixando respirar de forma leve nos últimos meses: menosprezo de ex-colegas, parcialidade judiciária absurda (em meu desfavor), mulheres me tratando com preconceito! Os prints dos machos sem noção do ridículo? São o que de mais cômico ocorre! 
Enfim, estou extenuada e resolvi escrever este texto para lhes dizer, prezadas mulheres, que tratar a mim, uma cortesã, com afabilidade e respeito, não lhes representa "perigo", tratar a garota de programa saradona que adora usar roupa curta com afabilidade e respeito, também não é "perigoso", porque independente da diferença dos valores cobrados e da postura de ambas, a gente está cobrando, minhas caras! 
Estamos colocando preço no que diz respeito unicamente a nós e, num país em crise (eternamente #foraTemer), cobrar por algo, significa dificultar o "acesso" ao extremo! Nós não estamos caçando marido alheio, mostrando o decote para o chefe, nos insinuando para o dentista, por exemplo, eu, ao menos, passo o dia escrevendo, lendo, estudando e marco encontros só com os caras bonitões e finos que me "apetecem"! 
Ou seja: não "tô" atrás de macho, eles estão atrás de mim, mas eu agendo com menos de 3% dos que me ligam ou que me contatam direto no WhatsApp. É muito mais fácil, "querida" mulher que não sabe o que é sororidade e cuja maldade me faz lhe ter desprezo, o seu "parceiro" lhe trair com a cliente, com a paciente, com a colega, com a secretária, com a "conhecida" do restaurante, do que comigo. E, lhe traia ele com quem quiser: ele é infiel porque quer e a "culpa" é dele, porque nenhum pênis "entra" numa vagina acidentalmente! 
Parem de menosprezar as mulheres que colocam preço na sua companhia independente das razões que as levam a isso, saiba que a maioria gosta, porque opção sempre existe para quem tem mais de 18 anos! E se a opção de muitas jovens por aí é encontrar um "homem bem sucedido" para casar e "constituir família", saiba que entre as que se "vendem" pelo casamento e às que o "fazem" pela prostituição, a única diferença é a duração e o prazo do "contrato", como citou Simone de Beauvoir. 
E, digo mais, as esposas fazem mais sexo sem vontade do que eu e minhas "coleguinhas", tenham elas o nível que tiverem! Enfim, engole o mimimi radical e o seu discurso feminista opressor e sem empatia e vai ler e se informar melhor sobre o que você julga, mas conhece de pouco a nada! 
Ou melhor, vá ser feliz, vá f***, vá g**** e deixa o que você "não entende" ou lhe "anoja" em paz, porque opção alguma precisa da sua anuência para existir, ser gostosa e idônea! Não seja mais um ser humano que adoece os outros, não você, mulher, não você!
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 22 de agosto de 2017.